Rainha Santa Isabel, contemplando Coimbra, no Mosteiro Santa Clara-a-nova (Foto: @tatirlima)

Isabel tinha 12 anos quando o seu casamento com um homem mais velho foi acertado. Deixou tudo para trás e entregou o seu coração ao desconhecido. Só não abriu mão da sua devoção, cultivada pelo avô, católico fervoroso.  

O tal marido era Dom Dinis, rei de Portugal e do Algarve, que soube fazer bons préstimos dos talentos da esposa. Com o poder da empatia e das palavras, Isabel mediou conflitos e evitou guerras – até com o próprio filho, revoltado com a inclinação do pai a reconhecer como seu sucessor o filho bastardo.  

Continuar lendo “Rainha Santa Isabel”