Busca

Doce Viagem

O melhor da vida na nuvem

Tag

amor

A Vida, segundo Isabel

Eu já conhecia Isabel há algum tempo, mas só me conectei com ela quando a vi falar sobre suas dores e alegrias, sem lamentos ou excessos. Vi-me diante de uma mulher sóbria, com voz firme e pausada, sem vergonha de contar tudo que viveu.

Continuar lendo “A Vida, segundo Isabel”

A promessa de uma valsa

Como a bailarina em uma valsa,

a pétala flanou pelo ar

até pousar no chão.

Sua delicadeza não passou despercebida

principalmente pelo coração,

calado de dor por se recusar a entender

que o fim é um desfecho,

mas também um começo. Continuar lendo “A promessa de uma valsa”

Há quem diga…

Foto: Pixabay

Há quem diga / que no confinamento / não há poesia.

Continuar lendo “Há quem diga…”

Missão de Vida: Acolher

A criadora da Madah Lingerie: com seu sorriso contagiante e olhar curioso, está sempre pronta para ajudar

Madah tinha apenas 12 anos quando recebeu em seus braços um bebezinho. Coube à caçula de quatro irmãos, que nunca tinha tido uma boneca na vida, cuidar do recém-nascido de uma amiga da família em Fernandópolis (SP). Ali começou a história de uma mulher que escolheu fazer do acolhimento sua missão de vida. Continuar lendo “Missão de Vida: Acolher”

Infinda

Ilustração de Francesca Ganassi

Ela tem dia para chegar

mas também gosta de surpreender

aparecendo sem avisar

tentando mesmo me enlouquecer Continuar lendo “Infinda”

O amor é uma via de mão dupla

Dizem que a gente tem que aprender a silenciar em qualquer lugar – até no trânsito ou no escritório, nem que seja por um minuto apenas. Na praia, porém, é muito mais gostoso, principalmente depois de uma caminhada. Parece que uma parte da carga já foi descarregada e tudo fica mais fácil – respirar, escutar, se entregar. Continuar lendo “O amor é uma via de mão dupla”

A Economia do Amor

possible-953169_640

“Está estranho” – olhou-me nos olhos e repetiu – “Tá tudo muito estranho”. Foi assim que Pereira quebrou o silêncio. Até o ano passado, ele tirava cerca de 300 reais todas as manhãs com o seu táxi. Só que “tudo” mudou: no dia anterior, rodou das 5 às 22h e acumulou somente 75 reais, sendo que 50 ficou no posto de gasolina. Continuar lendo “A Economia do Amor”

Quando uma estrela acende no céu

a sensação inicial é a de que

um fusível do nosso coração se apagou. Continuar lendo “Quando uma estrela acende no céu”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: