Busca

Doce Viagem

O melhor da vida na nuvem

Tag

amor

Missão de Vida: Acolher

A criadora da Madah Lingerie: com seu sorriso contagiante e olhar curioso, está sempre pronta para ajudar

Madah tinha apenas 12 anos quando recebeu em seus braços um bebezinho. Coube à caçula de quatro irmãos, que nunca tinha tido uma boneca na vida, cuidar do recém-nascido de uma amiga da família em Fernandópolis (SP). Ali começou a história de uma mulher que escolheu fazer do acolhimento sua missão de vida. Continuar lendo “Missão de Vida: Acolher”

Infinda

Ilustração de Francesca Ganassi

Ela tem dia para chegar

mas também gosta de surpreender

aparecendo sem avisar

tentando mesmo me enlouquecer Continuar lendo “Infinda”

O amor é uma via de mão dupla

Dizem que a gente tem que aprender a silenciar em qualquer lugar – até no trânsito ou no escritório, nem que seja por um minuto apenas. Na praia, porém, é muito mais gostoso, principalmente depois de uma caminhada. Parece que uma parte da carga já foi descarregada e tudo fica mais fácil – respirar, escutar, se entregar. Continuar lendo “O amor é uma via de mão dupla”

A Economia do Amor

possible-953169_640

“Está estranho” – olhou-me nos olhos e repetiu – “Tá tudo muito estranho”. Foi assim que Pereira quebrou o silêncio. Até o ano passado, ele tirava cerca de 300 reais todas as manhãs com o seu táxi. Só que “tudo” mudou: no dia anterior, rodou das 5 às 22h e acumulou somente 75 reais, sendo que 50 ficou no posto de gasolina. Continuar lendo “A Economia do Amor”

Quando uma estrela acende no céu

a sensação inicial é a de que

um fusível do nosso coração se apagou. Continuar lendo “Quando uma estrela acende no céu”

A que vive

paty

 

Ela foi vista pela primeira vez no extremo norte de Guarulhos. Estava coberta de machucados, assustada e, ainda assim, incapaz de qualquer agressão ou reação. Foi chamada de Sofia, que, em grego, significa sabedoria. Passou por lares temporários até ser encontrada, com ajuda de uma rede social, por aqueles que prometeram lhe dar morada eternamente. Foi assim que ela se tornou Aisha, que carrega, em árabe, o significado de “a que tem vida ou a que vive”. Continuar lendo “A que vive”

Retratos do Cotidiano (II)

people-2561053_640

A cena não passou impune, mesmo com a neurastenia imposta pelo engarrafamento e calor extremo. Em um mundo onde os mandamentos são estraçalhados diariamente, por meio de palavras e ações, pequenos gestos e breves silêncios tornam-se gigantes demonstrações e barulhentos sinais de luz e esperança.

Em uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, sob o sol escaldante e sobre o asfalto incandescente, o funcionário do supermercado permanecia de mãos dadas com o senhor de bengala à espera da permissão para a travessia de pedestres. Com os dedos entrelaçados, ambos mantinham o olhar para o mesmo ponto, lá adiante, comungando do mesmo futuro.

Pela expressão do jovem funcionário aquela não parecia ser mais uma obrigação ou um simples serviço. Via-se ali o respeito e o cuidado com um irmão mais velho, vestido como um garoto, com bermuda e meias esticadas até a canela. Juntos, eles eram a prova de que somos feitos de amor e podemos expressá-lo, mesmo em tempos sombrios e desafiadores. Basta descruzar os braços e esticar as mãos.

Sabático de Mãe

img_1139
Clarinha e Lu, explorando um mundo novo para as duas

Tem gente que tira sabático para se encontrar, para viver novas experiências, para descobrir o mundo. Luciane adicionou a essa lista mais um motivo: ser mãe. A chegada da sua caçula despertou a coragem para redefinir suas prioridades e investir em TEMPO – para os filhos, para a família, para si.  Leia Mais

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: