Busca

Doce Viagem

O melhor da vida na nuvem

Categoria

Coleção Doce Viagem

A Verdadeira História das Mulheres

Foto BIA DEL PICCHIA
Beatriz Del Picchia (Arquivo Pessoal)

“Mulher não se ajuda. Mulher compete”. Essa crença coletiva, que atravessa gerações, ofusca uma história bem mais forte e verdadeira: as mulheres se apoiam e constroem juntas.

Desde os tempos mais remotos, círculos femininos são formados para compartilhar, mais do que histórias, propósitos em comum. Na Grécia Antiga, por exemplo, elas se reuniam anualmente para fazer um ritual de fertilização da Terra. A arquiteta pós-graduada em Psicologia Analítica Beatriz Del Picchia estudou essas irmandades, que, ao longo da história, ganharam novas composições, tornando-se um espaço de aceitação, acolhimento, experimentação e cura individual e coletiva. “Há relatos, por exemplo, de que as mulheres nos haréns se ajudavam mais do que disputavam qual delas o sultão escolheria – e olha que isso era muito importante em um harém!” Continuar lendo “A Verdadeira História das Mulheres”

A Caçadora de Momentos Extraordinários

FB_IMG_1561002699341
Lillian, o marido e os filhos (Arquivo Pessoal)

Lillian não é daquelas que romantiza a maternidade ou que goumertiza a realidade. Ela é dessas que têm coragem de desabafar no mundo perfeito do Facebook sobre os leões internos que enfrenta, sobre a luta para equilibrar tantos papéis sociais, sobre a saudade eventual da solitude. Ela é dessas ri com os olhos, dessas que se expressa com as mãos, dessas que cria uma trilha sonora para cada momento, dessas que transforma grandiosas as pequenezas da vida. Continuar lendo “A Caçadora de Momentos Extraordinários”

Canal de Conexão

Arquivo Pessoal – Pri Leite

Em 1 de março de 2019, Priscilla lançou um convite à conexão nas suas redes sociais. Pode parecer um tanto quanto inusitado, já que a humanidade nunca esteve tão plugada. De acordo com a Visual Capitalist, em apenas 60 segundos ou em um minuto, são enviados no mundo mais de 48 milhões de mensagens por Whatsapp e Facebook, 87 mil Tweets e 188 milhões de e-mails. Fora o tempo de YouTube, Netflix e Instagram, entre outros aplicativos. Só que ninguém sai imune desse tiroteio de demandas e informações, impulsionado por uma rotina cada vez mais acelerada. 

Duas semanas antes de lançar esse convite, Pri, como é conhecida, gerenciava uma crise em casa: o marido, seu bebê de 9 meses e sua cachorrinha ficaram doentes. Ela, como várias mulheres ao redor do mundo, aguentou a barra sozinha. “Se ficar doente, quem cuida da gente?”, comentou. E foi esse o estopim para criar uma série especial, intimamente ligada ao seu propósito. Continuar lendo “Canal de Conexão”

A guardiã de Maria

Ariane (dir.) com a irmã, ambas guardiãs de Nossa Senhora de Assunção

Os primeiros raios da alvorada desta quinta-feira, 15 de agosto de 2019, não serão esquecidos por Ariane. Ela repetirá um rito que surgiu da devoção à Maria, virou um sonho e se tornou, enfim, uma missão carregada, literalmente, durante seis anos. Amanhã, sexta-feira, ela dará adeus ao posto de guardiã de Nossa Senhora de Assunção. “O sentimento é de dever cumprido. A ansiedade está tão grande, que fico emocionada só de pensar”, diz. Continuar lendo “A guardiã de Maria”

A Dona da Casa dos Sonhos

Era uma vez uma menininha que ficou muito doente e foi obrigada a passar três meses trancada em casa. O pai tentou distraí-la com um presente muito especial: uma coleção de contos de fada. Sem familiaridade com letras, Ângela foi abduzida pelas ilustrações, que espantaram para longe a dor, a tristeza e a solidão. Essa experiência ficou tão viva na sua memória e no seu coração, que ela decidiu na vida adulta criar um lugar onde sonhos e desejos se tornam realidade: a Casa de Livros. Continuar lendo “A Dona da Casa dos Sonhos”

Abandonando o “tem que”

IMG_5447
Mas quem é que entra na praia de calça jeans?

Como a agenda já não suportava mais a quantidade de listas, os lembretes começaram a ocupar outros locais: o celular, o bloquinho que levo na bolsa, outro que fica no criado-mudo e o caderno de trabalho, sem contar os post-its espalhados pela casa. Em algum momento, eu aprendi que essa é a única forma de evitar uma traição da memória e cumprir todas as tarefas da vida profissional, da casa, da família ou pessoal. Só que essa eficiência tem um custo. Continuar lendo “Abandonando o “tem que””

Idade é só mais uma convenção da sociedade

“Você não conhece a pessoa ao seu lado, mas vocês têm algo muito forte em comum. Por isso, deixem a timidez para lá”, avisou o guia. A frase mal havia terminado e já sentia seus olhos em mim. Havia tanta determinação ali que não restava dúvidas: eu não teria como escapar. Logo eu, naturalmente desconfiada, declaradamente introvertida e, eventualmente, anti-social. Continuar lendo “Idade é só mais uma convenção da sociedade”

A escrita que liberta e cura

Quando era menina, Bruna preenchia diários e mais diários com seus pensamentos e aventuras. A prática se tornou tão prazerosa que virou profissão. Autora de quatro livros, incluindo a biografia de Sidney Magal e Roberto Menescal, ela nunca abandonou o mergulho interior – pelo contrário, percebeu que, ao ampliar o olhar sobre o seu universo, seu ofício saía ganhando. Incansável, formou-se em Psicanálise e se dedica hoje, entre outras atividades, a ajudar pessoas na busca pelo autoconhecimento através da escrita. Trata-se da Escritoterapia. Continuar lendo “A escrita que liberta e cura”

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: